OLÁ, SEJAM BEM-VINDOS

Com grande esforço e dedicação na construção do meu primeiro blog - AULAS100 Ensinando Informação e Conhecimento (http://aulas100.blogspot.com/) - em 28 de abril de 2009, obtive resultados bastante satisfatórios, comprovados pelo selo TOP100/2009 que ganhei, graças aos votos dos leitores que gostaram do meu espaço educativo.

O incentivo me levou a elaborar a Sala de Reflexão para a divulgação de textos sobre o amor em todos os sentidos e valor educacional na escola e na família, com o objetivo de elevar a autoestima e restaurar o equilíbrio emocional.

22/11/2013

A internet foi feita para um único foco?

Desde que a internet passou a fazer parte da vida de cada um, a quantidade e velocidade de informações alcançam altos índices em poucas questões de segundos a cada visita feita por clicagem, semelhantemente à leitura em livros, jornais e revistas.

Por exemplo, no mundo virtual, um site age como livro ou revista ou jornal, com vários links como se fossem páginas viradas a cada clique. Na ausência da internet, o livro de papel entra em cena com o mesmo processo: leitura feita página por página e sendo virada com o uso das mãos. Enfim, de posse de várias fontes, as informações são assimiladas.

Agora vem a resposta à pergunta do título da postagem: com tantos conteúdos, ninguém fica parado numa única página. Se fosse assim, nem teria havido a necessidade da invenção de teclado. Da mesma forma quando se está diante de um jornal, é absurda a ideia de se pensar que o leitor fique sempre na mesma página para ter o mesmo foco.

Conduzimos o mesmo raciocínio em relação às trocas de mensagens em chats de redes sociais. Por falta de maturidade, muitas pessoas se sentem excluídas por acharem que não recebem atenção de amigos ou de paixões virtuais. É improdutivo querer exigir presença do outro o tempo todo. Quando uma pessoa está na internet e ver o seu foco preferido conectado, essa pessoa acha que o seu escolhido deve dar-lhe sempre atenção

É incrível a queixa das pessoas fazendo cobranças o tempo todo e querendo exclusividade e não param para entender que não se pode acessar a internet por conta de um único objetivo ou foco. Não é saudável criar dependência por alguém ou por outros motivos como jogos e atitudes maliciosas.

A dimensão virtual tem diversas utilidades a oferecer, mas a maioria tem o péssimo hábito de focar num só objetivo. Ao invés de ficar se preocupando com a pessoa preferida, esperando em vão se ela entra ou não na internet, a pessoa do outro lado da telinha deveria aproveitar para explorar mais os conteúdos, de preferência de boa qualidade, ter mais segurança e independência. Caso contrário, é dinheiro jogado fora.

0 comentários :

Postar um comentário

Assuntos anteriores